Trends

Pix: Conheça a mais nova revolução no mercado de meios de pagamento

14 de agosto, 2020

Uma suposição sobre você: em algum momento – ou vários – já se frustrou por ter que esperar até o próximo dia útil para fazer uma transferência bancária. Fora o inconformismo com as taxas que parecem irrelevantes mas somadas geram um certo incômodo. E pensar na possibilidade de fazer transações gratuitas 24h, no final de semana e feriados. Sonho, né?

Trago ótimas notícias: Não mais, logo logo isso será a realidade e os problemas de espera e de gastos com taxas ficarão no passado. Explicando melhor, em novembro o Brasil irá presenciar uma das maiores revoluções dos métodos de pagamento dos últimos tempos: o Pix. Este, é o novo sistema de pagamento instantâneo do Banco Central. E, mesmo antes do lançamento, já tem dado o que falar. Se interessou? Vem saber mais!


Conheça o Pix

Como dito anteriormente, o Pix é o novo sistema de pagamento proposto pelo Banco Central. Nascendo como uma alternativa evoluída aos tradicionais DOCs, TEDs e boletos, diferentemente destes, o Pix permitirá que qualquer pagamento ocorra de forma instantânea, mesmo que fora do período de expediente bancário.

Ainda, essa nova opção será totalmente gratuita de pessoa física para pessoa física – nem quem paga nem quem recebe terá qualquer prejuízo financeiro da transação. Já para as empresas, pode ser que haja alguma taxa – a qual ainda não foi definida – mas de qualquer forma, como essa nova tecnologia permite menores custos de operação, essas tarifas devem ser menores do que as cobradas pelas soluções vigentes até então.

Na prática

As possibilidades de utilização do Pix serão as mais diversas: seja entre duas pessoas, entre uma pessoa e um estabelecimento comercial, entre empresas, entre pessoas órgãos governamentais (como para o pagamento de impostos), entre outros. Outro ponto interessante é que as transferências serão feitas sem a necessidade de intermediários, ou seja, diretamente da conta de quem paga para a conta de quem recebe o dinheiro. Por essa razão, garante-se essa redução no custo, além de se assegurar um alto nível de segurança.

Falando dos primeiros passos para utilizar o Pix, primeiramente é importante ressaltar que a ferramenta não terá uma plataforma própria, mas sim será disponibilizada no próprio site ou aplicativo dos bancos e instituições financeiras. A partir do cadastro de alguns dados básicos o usuário já estará apto para fazer transações. Essas, que posteriormente serão facilmente realizadas, somente será preciso identificar os dados chave para identificação da conta, ou até mais facilmente, através de um QR Code ou tecnologias de aproximação.

Próximos passos

Ansioso? O Pix será disponibilizado a partir do dia 16 de novembro pelos grandes bancos e instituições financeiras brasileiros, já podendo então ser utilizado por todos os clientes desses. As demais instituições – com menos de 500 mil clientes – poderão ter um prazo estendido para se adaptarem à essa mudança, ainda que muitas já irão aderir desde o lançamento para manter sua competitividade. Vale se informar diretamente para ver a expectativa da sua instituição! Se for o seu caso, no dia 5 de outubro já será possível fazer o cadastro no sistema Pix pela própria plataforma do seu banco. 

Nós já estamos curiosos para ver a tamanha revolução que o Pix trará para o mercado de meios de pagamento. Proporcionando praticidade, maior velocidade, um nível de segurança alinhado aos mais modernos do mundo, além de custos reduzidos, percebe-se que, pela ótica dos usuários, essa tecnologia trará muitos benefícios para o sistema financeiro brasileiro.

Inclusive, falando de meios de pagamento, a Phi, uma das empresas do nosso ecossistema, trabalha com soluções dentro desse mercado e nossos especialistas com certeza estarão super dispostos a te contar mais sobre o assunto e possibilidades para a sua empresa. Que tal – enquanto ficamos no aguardo do lançamento do Pix – ir trocar uma ideia com eles?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *